BR 2018 R: Vincent Rimbaux, Patrizia Landi, 86 Min, OmeU

After years of hope and development Brazil is falling apart. Between 2009, the year Brazil hosted the Olympic Games, and 2017, almost a decade has passed during which the fate of a country has shifted. Metaphor of a town about to flounder, the Opera of Rio, icon of the marvelous city, is threatened with closure. Prima ballerinas, the symphonic orchestra's musicians, stage hands and porters are no longer paid. By resisting, they have become everyday heroes. To question and survive. The theatre is still a haven of beauty and grace surrounded by the violent confusion that reigns in the city. But for how much longer?

 

Depois de anos de esperança e crescimento, o Brasil entrou em colapso. De 2009, o ano em que o Rio de Janeiro venceu a disputa para sediar os jogos olímpicos até os dias atuais, o futuro de glória deu lugar ao caos. Em meio à crise cada vez mais profunda, o Rio de Janeiro é visto hoje não apenas como o principal afetado pela crise econômica e política que assola o resto do país, mas como seu epicentro. Ressaca é um filme erigido a partir do que se vê acontecer com os servidores do corpo artístico do Teatro Municipal no momento em que seus salários são suspensos. Através de uma câmera observacional, o documentário registra em preto e branco a espera: marcada pelos dias que se alongam sem boas notícias; e a resistência: porque a despeito da ruína, e da miséria, é preciso produzir e sobreviver.

TITEL
DATUM
Um unsere Webseite für Sie optimal zu gestalten und fortlaufend verbessern zu können, verwenden wir Cookies. Durch die weitere Nutzung der Webseite stimmen Sie der Verwendung von Cookies zu. Weitere Informationen zu Cookies erhalten Sie in unserer Datenschutzerklärung.
Datenschutzerklärung Annehmen Ablehnen